Top 5 – Chás sem cafeína

Olá pessoal! Como expliquei melhor no instagram (me segue lá @chacomhistorias) estou reduzindo bastante o consumo de chás com cafeína no momento, e procurando opções sem essa substância. Já preparei outro post com chás para dormir, e por isso hoje trago 5 infusões livres de cafeína, mas que não necessariamente sejam relaxantes.

Mas qual chá tem cafeína?

Bom, a princípio todos os tipos de chá (verde, preto, branco, oolong, pu-er) têm alguma quantidade de cafeína. Erva-mate também. Como alternativa temos as infusões: camomila, erva-doce, capim-limão, maçã, limão, e por aí vai. O rooibos também é uma ótima opção, pois possui um sabor menos herbal, assim como o honeybush, que tem um sabor acentuado de mel, mas ainda é um pouco difícil de achar.

Chá da Nina (Talchá)

   chá da nina

Pense em uma mistura de tudo que há de mais gostoso no mundo! Este chá tem cereja, cranberry, kiwi, maçã e flocos de coco. O cheiro de cereja é bem intenso, mas o sabor é um pouco mais suave. O resultado é uma bebida super docinha! Mostramos mais um pouquinho deste e outros chás no vídeo Recebidos do Mês.

Alice in Wonderland (Adagio Teas)

alice_in_wonderlandTem como não gostar de um chá com esta embalagem? Assim como o Chá da Nina, ele também é uma infusão frutada, mas possui rooibos verde que dá um toque especial! Além disso, ele contém maçã, folhas e frutos de framboesa, morango, sabor morango e creme, centáurea e pétalas de rosa. Confira a resenha completa!

Earl Grey Descafeinado (Kusmi Tea)

kusmitea-earl-grey-detheine-aux-agrumes-125g_1O melhor dos dois mundos! Este chá tem todo o sabor do chá preto, mas sem a cafeína. Chá preto às dez da noite? Sim, por favor! O sabor é o mesmo do Earl Grey tradicional, num blend que mistura chá preto com aromas de bergamota, limão e lima.

Apple and Elderflower (Whittard)

apple and elderflower whittardTrouxe este chá de presente para minha mãe, mas gostei tanto que ela acabou me dando um pouco de volta (desculpe mãe!). Esta infusão contém maçã, rosas e elderflower, que aparentemente é traduzido como flor de sabugueiro. O sabor é bem diferente, frutado e floral. Ele foi vencedor do Great Taste Awards de 2012 e 2014, e é um dos best sellers da Whittard. Fica ótimo quente ou gelado!

Honey Vanilla Chamomile (Celestial Seasonings)

chá celestial

 

Esta infusão é uma das minhas favoritas de todos os tempos! Ele tem camomila, casca de laranja, sabor de mel, alcaçuz, chicória tostada (oi?), capim-limão e outros sabores. Não se assuste com a chicória, ele tem um sabor delicioso e bem docinho de camomila e mel. Na minha opinião, é bem mais gostoso que o Camomile, Honey & Vanilla da Twinnings, porque o sabor de baunilha é mais acentuado. Vai ver é a chicória? Infelizmente aqui no Brasil ele é vendido somente num kit degustação (este da foto abaixo) com outras 4 infusões da Celestial, que contém só 3 saquinhos de cada (e o de menta sempre sobra).

 

sampler celestial

 

Aliás, este kit é uma ótima opção, pois todos os chás são livres de cafeína! Espero que tenham gostado! Um abraço e até a próxima!

Top 5 – O que eu andei lendo

Olá pessoal! Estava sumido aqui do blog porque resolvi fazer o IELTS (a prova de inglês), mas vou gravar um vídeo contando mais sobre isso. Como tive pouco tempo para me preparar (cerca de um mês), me dediquei bastante aos estudos e com isso li mais livros em inglês. A boa notícia é que todos eles são ebooks grátis (de domínio público), então se você também quer praticar, aproveite os links.

 

orgulho e preconceito

Comecei lendo Orgulho e Preconceito (Pride & Prejudice) da Jane Austen, o que talvez não tenha sido a melhor escolha. Claro que o livro é uma obra-prima, mas a trama não me atraiu muito. Demorei para terminar de ler! Quando estava próximo do final, assisti o filme, e isso me ajudou a mergulhar um pouco mais na história. Aliás, o filme é muito bem adaptado, e bem fiel ao livro (apenas o fim é um pouco diferente). O inglês é bem difícil, e repleto de termos arcaicos que não são mais utilizados, o que dificultou um pouco a leitura. A história tem muitos personagens, e tenho um pouco de dificuldade quanto a isso. Por isso foi bom ler no aplicativo do Kindle, pois conseguia consultar o índice de personagens para me ajudar. Aliás, eles são super bem construídos, e a relação entre eles é um ponto alto da história. Apesar destes detalhes, gostei de ter lido o livro e conhecer melhor este clássico. A ambientação lembra muito Downtown Abbey, então você gosta do seriado tem grandes chances de gostar do livro. Baixe grátis aqui.

 

madame_bovary

Quando estava terminando Orgulho e Preconceito, comecei a intercalar com Madame Bovary. Pois é, tenho esta mania de ler vários livros ao mesmo tempo (eram 4, no caso). O inglês era um pouco mais fácil que o do livro anterior, mas ainda assim em um nível avançado. Achei o começo da história interessante, mas perdi a motivação um pouco depois. Basicamente porque a Madame Bovary é um personagem muito irritante (não mais que America Singer, claro). Vale lembrar que o livro causou escândalo na época do seu lançamento, principalmente devido ao tema do adultério. De uma forma geral, não curti muito. Baixe grátis aqui.

 

the raven

Este foi um dos livros que mais gostei de ter lido neste período. O Corvo é um clássico da poesia do período mais “macabro” do romantismo. Não imaginava que o livro seria tão curto, dá para ser lido em uns 20 minutos. Não costumo ler poesia, mas a métrica e ritmo dos versos de Poe são incríveis. É um livro para ser lido no idioma original. O inglês é um pouco difícil, mas várias palavras são repetidas. Como a história é curta, vale a pena ler com o Google Tradutor ao lado. Baixe grátis aqui.

 

selva_de_gafanhotos

Ganhei Selva de Gafanhotos e mesmo no meio da rotina de estudos, não consegui parar de ler. A história é bem envolvente, e um pouco maluca. A edição é muito bem feita, com capa verde fluorescente e bordas das páginas em amarelo. A história tem várias repetições, que fazem sentido dentro do livro, mas que me incomodaram um pouco, assim como o egoísmo do personagem principal. Outro detalhe é que o autor tenta dar explicações para a origem dos gafanhotos gigantes e outros experimentos, mas na realidades elas não fazem nenhum sentido científico. Pra mim o livro seria ainda melhor se continuasse sendo um realismo fantástico. Tirando isso, a leitura foi divertida.

 

mini livro o pequeno principe

Pra finalizar, reli O Pequeno Príncipe pela milésima vez. Levei esta edição mini-livro para o trabalho e lia enquanto o computador estava travado (mas já consegui resolver este problema hahaha). Gosto muito da história, principalmente porque consigo enxergar um detalhe diferente a cada vez que leio. Com certeza lerei de novo em outras ocasiões.

Também comecei a ler O Retrato de Dorian Grey em inglês (Baixe aqui) mas ainda não terminei. A história é bem diferente do que eu imaginava e com certeza vou acabar. Junto com ele estou lendo Toda Luz Que Não Podemos Ver e estou adorando, por enquanto. Quando acabar faço resenha aqui no blog. Aliás, você quer resenha completa de algum destes livros acima? Me conte nos comentários! Um abraço e até a próxima!

5 Livros que Abandonei

Já faz algum tempo que não abandono nenhum livro, mas antes fazia isso com uma certa freqüência. Não sei se fiquei mais tolerante, ou se aprendi a escolher melhor os livros que gosto! Esta é minha lista de “rejeitados”:

As Mil e Uma Noites

   mil e uma noites

Este foi um dos últimos livros que abandonei. A história era bem interessante, mas o livro é enorme (mesmo). Na realidade ele é uma coletânea de contos, incluindo as viagens de Simbad, a história de Aladim e de Ali Babá e os quarenta ladrões. Mas a temática deles era semelhante e acabei enjoando da história. Claro que o livro é uma obra-prima, mas não consegui enfrentá-lo. Ainda quero lê-lo, mas com outra abordagem, lendo alguns contos por vez e intercalando com outros livros.

O Totem do Lobo

o totem do lobo

Este livro se passa na Mongólia, onde um estudante chinês fica fascinado com a relação entre homens e lobos. Achei a premissa interessante, principalmente porque gosto muito de lobos, mas o ritmo da história é bem lento e demora a se desenvolver. Ele não despertou minha curiosidade sobre o destino dos personagens, e acabei desistindo no meio do caminho. Mas conheço muitas pessoas que gostam da história, principalmente pelas metáforas e ensinamentos sobre a filosofia oriental.

Nefertiti e Akhenaton – O Casal Solar

nefertiti_akhenaton

Quando era pequeno, eu me interessava muito pela cultura do Egito antigo. Já tinha lido alguns livros do Christian Jacq, em que ele conta a história de personagens importantes de forma romantizada, como Ramsés, e achava que este livro seria semelhante. Mas na realidade ele é apenas uma coletânea de fatos e até especulações sobre o casal, contados em ordem não cronológica e sem nenhum fio condutor.

Senhor dos Anéis    

senhor-dos-aneis-a-sociedade-do-anel

Item mais polêmico da lista! Estava aguardando o lançamento do próximo Harry Potter e procurando algum livro semelhante quando ganhei A Sociedade do Anel. Cometi o erro de ler o prefácio contando toda a vida do Tolkien, e quando a história começou já não estava muito empolgado. Não costumo gostar de livros muito descritivos, e claramente O Senhor dos Anéis é um livro que tem longas (loooongas) descrições. Quando chegou na passagem sobre Tom Bombadil, em que se demora um parágrafo inteiro para descrever um salgueiro, encalhei. Mas continuo com vontade de dar mais uma chance para a história!

Odisséia

odisseia-homero-serie-reencontro-16435-MLB20120065412_062014-O

Este foi o primeiro, e por muito tempo o único livro que abandonei. Tenho um certo preconceito com adaptações desde então! Ele era uma das opções para leitura obrigatória em algum ano do colégio, e me pareceu também o mais interessante. Mas apesar de a história de Odisseu ser épica e cheia de aventuras, esta adaptação não me empolgou. Desisti dele e resolvi ler Sonho de uma Noite de Verão, em texto completo. Adorei a leitura deste último, mas continuo com a idéia de um dia ler Odisséia na versão original.

E você, já abandonou algum livro pelo caminho? Enquanto preparava o post fiquei com vontade de tentar ler novamente quase todos eles!

Top 5 – Chás Exóticos

Hoje vim mostrar pra vocês alguns dos chás mais exóticos que já experimentei por aí! Procurei trazer apenas chás que eu já tenha provado. A lista está em ordem aleatória!

Today I’m going to show you some of the most exotic teas I’ve ever tasted! The list is in random order.

Genmaicha – Kusmi Tea

genmaicha

A primeira coisa que eu pensei quando vi este chá foi: “Como assim um chá verde com pipoca?” Depois descobri que na realidade, este tipo de chá não é nada exótico, inclusive é super tradicional no Japão! Ele não possui milho, mas sim arroz tostado. Devido à alta temperatura, alguns grãozinhos de arroz estouram como pipoca. O chá é bem gostoso, a combinação funciona super bem! E continuo achando a idéia muito divertida hahaha Este que experimentei veio em um kit com outras 4 latinhas de chá verde.

The first thing I thought when I saw this tea was: “What? A tea with popcorn?” Then I found out that this tea is actually very traditional in Japan. It contains roasted rice, and not corn. With high temperature, some rice grains pop out like popcorn. This tea is very tasty, and the combination works very well. And I still think it’s funny! It came in a package with other 4 small cans of green tea.

Algotea – Kusmi Tea

algotea kusmi

O Algotea é um blend de chá verde, menta e algas. As algas são do tipo Dulse e Nori (a mesma usada para fazer sushi). Esta combinação não me agradou tanto. Alguns dias eu gostava mais do que outros, tenho impressão que dependia da quantidade de alga que eu “pescava” no medidor. O sabor é isto mesmo, de chá verde, com menta e algas. Digamos que valeu a pena experimentar, mas não compraria de novo. Ele também veio em um kit de miniaturas.

Algotea is a blend of green tea, mint and algae Dulse and Nori. This last type is used to make sushi! This combination didn’t please me very much. Some days I liked it, and some days I didn’t, depending on how much algae I have “fished”. It really tastes as green tea, mint and algae. I think it was worth trying, but I wouldn’t buy it again. It also came in a package with 4 other teas.

My Time – Teekanne

my time teekanne

Os chás da Teekanne possuem ótima qualidade (para chás de saquinho) e uma grande variedade, porém infelizmente a importadora só traz os mais comuns para cá. Já desejava há anos este aqui que descobri no site da marca, por isto garanti logo o meu quando achei em uma viagem. O motivo? Ele contém flor de lótus! Além disso, possui ainda rooibos, erva-cidreira, honeybush, anis, canela, alcaçuz, lúpulo, folhas de amoreira e cardamomo. O sabor é bem comum, semelhante a outros chás herbais, e no meio de tantos ingredientes não consegui encontrar o gosto da flor de lótus. Mas ainda assim gostei de ter experimentado!

I think the teas from Teekanne have great quality (for teabags), and also a great variaty, but unfortunately just the more common ones are sold here in Brazil. I was curious to taste this tea for a long time when I found it while I was travelling. The reason? It contains lotus flower! Besides that, it also contains rooibos, lemon balm, honeybush, anise, cinnamon, liquorice, hop, sweet blackberry leaves and cardamom. It tastes rather ordinary, like some other herbal tea, and I couldn’t find out what lotus flowers taste like. But I still think it was great to have tried it.

Magic Moments – Teekanne

magic-moments

Outro chá da Teekanne que eu encontrei em uma viagem, mas este eu ainda não conhecia! Fazia parte de um kit com uns 30 saquinhos por algo tem torno de R$3,00. Tem como resistir? Esta infusão é exótica simplesmente porque tem gosto de rum! Segundo a embalagem, o sabor seria de passas ao rum, e ela contém ainda maçã, hibisco, rosa-mosqueta, casca de laranja, canela e sabor de laranja. Ótimo para aqueles dias bem frios de inverno, é quase um quentão.

Another tea from Teekanne that I found in a trip! But this one I didn’t know before. It was sold in a package with about 30 teabags for just 1 euro, and I couldn’t resist it. This infusion is very exotic simply because it tastes like rum. Actually, it contains rum-grapes flavour, and also apples, hibiscus, rosehip, orange peel, cinnamon and orange flavour. A great choice for cold winter nights!

Chá Verde Maracujá e Côco – Lipton

cha_green_tea_maracuja_coco_lipton

Mais um chá de saquinho na lista, desta vez da marca Lipton. Este ganhamos de presente, mas foi comprado aqui em Curitiba mesmo. O sabor de côco dele é bem marcante, e a mistura com o sabor de maracujá deixam ele bem diferente! Eu gostei do resultado, mas é bom alternar com outros chás, pois o sabor é bem marcante. Na composição encontramos ainda chá verde, casca de laranja, chá verde aromatizado com jasmim, lecitina de girassol  e lecitina de soja. Esta linha da Lipton possui ainda outras combinações exóticas como Pitaya e Melão com Açaí e Mangostim com Pêssego, mas infelizmente estes não vem para o Brasil.

Another teabag, this time from Lipton! We received this one as a gift, but it was bought here in Brazil. The coconut flavour is really outstanding, and the combination with passion fruit makes it very unusual. I liked this one, but it was good to alternate with other teas, just to diversify. It contains green tea, orange peel, jasmine tea, natural flavor, (coconut), sunflower lecithin and soy lecithin. This line from Lipton have another exotic combinations, as “Acai Dragon Fruit Melon Green Tea” and “White Mangosteen Peach Green Tea” but unfortunatelly I can’t find them here.

Espero que vocês tenham gostado! E você, qual foi o chá mais exótico que você já provou?

I hope you have liked my list! Please tell me the most exotic teas you have ever tasted!